Onde a poesia e a liberdade se abraçam.

.posts recentes

. Chicoespertismo

. Onde está o Pinóquio?

. Faixa de Gaza

. Viva 2009!

. A crise dos bancos

. Afinal quem está a mentir...

. Alcântara e os contentore...

. O BPN e os impolutos

. Manifestação dos professo...

. Ainda o BPN

.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Em destaque no SAPO Blogs
pub
Sexta-feira, 27 de Abril de 2007

História: Viriato e as Urgências

Porque me recuso a viver num país que fecha maternidades e abre clínicas de aborto, declarei a independência deste território e aguardo que outros adiram a esta causa. Hoje relembro um pouco da história de Viriato e apresento um texto do meu amigo Carlos B.


Viriato

Viriato foi o principal chefe dos lusitanos. Utilizando como estratégia a luta de guerrilha, depois de defender vitoriosamente as suas montanhas iniciou uma ofensiva e lançou contribuições sobre as cidades que reconheciam o governo de Roma.

Venceu os Romanos várias vezes, tendo em 140 a.C. infligido uma derrota decisiva ao novo cônsul Fábio Máximo Servilliano; nessa batalha morreram cerca de 3000 romanos e Servilliano conseguiu manter a vida em troca de promessas e garantias da autonomia dos lusitanos.

Em Roma esse tratado foi considerado humilhante e o Senado decidiu continuar a guerra contra os lusitanos.

 O novo general Servílio Cipião, não conseguindo derrotar os lusitanos, foi obrigado a pedir a paz. Nesse processo enviou três comissários da sua confiança os quais subornaram os companheiros de Viriato que acabou por ser assassinado enquanto dormia.
Para saber mais, visite
http://alfarrabio.di.uminho.pt/vercial/teofilo.htm

Urgências

 

Ai, Maria, se tu fores

algum dia para a urgência

e a queixa forem dores

a receita é «paciência»!

 

Se o médico diz que opera

não te animes de mais

pois para a lista de espera

de certeza que tu vais.

 

Se fores mesmo à faca

e por especial favor

ficas deitada na maca

no meio do corredor.

Carlos B.

publicado por Viriato às 22:22
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.favorito

. E assim nasce mais um...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds